Inteligência Emocional e Produtividade pós Covid19

E um novo normal está iniciando. Vidas, famílias e empresas foram impactadas e ainda estão sendo nesse período de Covid que todos enfrentamos. Um plano de retorno da economia está sendo colocado em prática, mas dentro desse plano uma série que nuances e detalhes precisam ser considerados por parte das empresas. Sendo uma delas as dificuldades que podem surgir nas relações de trabalho em função das questões emocionais envolvidas. Mais do que nunca o emocional pode influenciar na produtividade já que muitos aspectos de insegurança estão presentes. Tenho escutado muito de clientes, durante os atendimentos, uma aflição constante em desejar retomar à rotina mais ativa, mas inseguras quanto a ameça do comportamento do outro e a falta de controle quando estão no social. E claro, essa insegurança proporcionando uma ansiedade quanto a possíveis consequências futuras, pensando em seus familiares, ou em si mesmo quanto a saúde. Durante essa quarentena excessos de controle, limpeza, foram desenvolvidas por pessoas dentro de suas casas. No entanto, quando volta-se para o social, não há como ter 100% do controle que podemos ter em casa. E é essa insegurança que pode abalar mais as pessoas. E claro, interferir diretamente nas relações de trabalho e produtividade.

  • Como lidar quando o colega ao lado não tem o mesmo cuidado que você?

  • Como tomar cuidado ao conviver em um espaço coletivo, sabendo que o colega não encara a situação e o perigo do vírus da mesma forma?

  • E aquele que até respeita a regra de usar a máscara, mas na verdade não vê importância nisso e, com isso, não toma os mesmos cuidados como você?

  • E no transporte público, cheio, lotado, com pessoas usando máscaras de forma incorreta... como você ficará emocionalmente nessas idas e vindas?

Tantas preocupações e faltas de controle que mexem muito com as pessoas, mas que são necessárias serem enfrentadas. É um processo que será inevitável enfrentar. E é possível sim de acontecer através do nosso controle emocional, da inteligência emocional. A inteligência emocional é uma capacidade de reconhecer e avaliar os seus próprios sentimentos e os dos outros, assim como a capacidade de lidar com eles. Ou seja, enfrentar as situações e as pessoas de forma equilibrada, entendendo o que é seu e o que é do outro, praticando a empatia e lidando com os próprios medos e inseguranças, não esperando que o outro mude para lhe confortar ou lhe acalmar, mas sim que você tenha a capacidade de usar seu próprio filtro, entender o que é possível você fazer, as consequências, e fazer suas escolhas consciente. Entende-se dessa maneira que desenvolver a inteligência emocional é de extrema importância para o desenvolvimento humano pois, diferente da inteligência lógica ou racional, ela realiza um processo de descobrimento interior que se materializa através de atitudes e comportamentos sociais. A inteligência ou equilíbrio emocional tem como benefícios a melhoria nos relacionamentos, capacidade de resiliência, cumplicidade, companheirismos, facilidade de aprendizado, visão da situação como forma de crescimento e consequentemente melhor produtividade conforme necessita a empresa. Desenvolver a inteligência emocional em seus colaboradores reflete como benefícios o clima organizacional da empresa! Claro que temos que olhar os detalhes envolvidos nisso. Os colaboradores tem características de perfis comportamentais e estilos de mindset que interferem em como eles desenvolvem essa inteligência. Então eu te pergunto, você tem esse mapeamento do seu time? Problemas entre os pares podem ocorrer, quanto ao perfil comportamental de cada um, no que se refere a como ele cuida da própria saúde. O quanto ele pode ameaçar o colega e este se sentir fragilizado. O líder e toda a gestão da empresa terão um papel fundamental nesse momento de proximidade, apoio e compreensão. Visando claro o lado humano e o lado produtivo da empresa que vai precisar, mais do que nunca, nessa retomada! Estamos falando de pessoas, mas e a inteligência emocional da empresa? Sim, temos que pensar na junção desse coletivo! Como será lidar com essas questões: o equilíbrio da exigência necessária e normal pela produtividade, a compreensão pela questão de novos conflitos que podem vir a surgir, ou a insegurança e desconfiança que as pessoas venham a sentir? O desenvolvimento desse time envolve olhar para as competências pessoas e sociais: sendo as pessoais de autoconsciência e autogestão dos seus medos, pensamento e comportamentos e as sociais de administração dos relacionamentos e a consciência social ou coletiva. Um novo processo de adaptação vai influenciar diretamente o clima organizacional da empresa. E que serão necessários novos comportamentos ou mesmo reavaliação dos processos de comunicação geral. Nessas horas conhecer o colaborador (perfil comportamento, mindset, comportamento, entrega) será um divisor de ares no que se refere a construção desse novo momento. Hoje é mais que comprovado que o colaborador quando bem emocionalmente com seus pares ou local de trabalho tem uma motivação interna que promove o comprometimento, e claro melhor produção por parte dele. Você já está nesse rotina de retomada? Como tem sido? Adriana Kalil - Psicóloga e Coach.

4 visualizações
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco

Atendimento OnLine Ou  Presencial

Av. Paulista, 726 - Bela Vista - São Paulo - SP  (260m do Metrô Brigadeiro)

Atendimento apenas com hora marcada!

Quer saber seu Perfil Comportamental?

Buscando sempre o melhor para possibilitar à você mecanismos e técnicas para encontrarem as respostas que procuram.

Deixe seu Contato

arrow&v